Sescon

Mutirão do Isento

Este ano, iniciativa conjunta do Sindcont-SP, ACSP e Sescon-SP atendeu a 4800 contribuintes

O Sescon-SP, em ação conjunta com o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Sindcont-SP) e a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), realizou um mutirão para esclarecer dúvidas e auxiliar a população isenta do Imposto de Renda a fazer as declarações. A iniciativa atendeu a quase 4800 contribuintes durante os dias 27, 28, 29 e 30 de novembro, último dia da entrega das declarações, no Pátio do Colégio, região central de São Paulo. No Pátio também foi instalada a “Calculadora do Imposto”, na qual era possível calcular, além dos impostos pagos sobre a renda, os incidentes sobre o patrimônio e o consumo.

Para dar as orientações necessárias e ajudar os contribuintes a elaborar as declarações, as entidades parceiras disponibilizaram no local uma estrutura com computadores e plantão de dúvidas com profissionais da área contábil das 9 às 17 horas. Cerca de 10 contabilistas representantes das entidades promotoras participaram do mutirão, entre eles, Alaíde Vitorino, Sergio Approbato Machado Júnior, Edeno Teodoro Tostes e Salvador Strazzeri, diretores do Sescon-SP. No primeiro dia, Antonio Marangon, presidente do Sescon-SP, esteve na abertura das atividades, prestigiando a iniciativa.

O saldo do mutirão de isento foi bastante positivo, uma vez que a não declaração implica em bloqueio do CPF, o contribuinte pode ficar impedido de prestar concurso público, abrir conta bancária e pedir financiamento bancário. “O número poderia ser bem maior. No último dia, o site da Receita Federal esteve indisponível durante toda a tarde”, disse a diretora do Sescon-SP, Alaíde Pereira Vitorino.

Para Antonio Marangon, presidente do Sescon-SP, “o evento tem um significado social, e tem como objetivo conscientizar o cidadão de que, apesar da declaração de isento, ele paga cerca de 40% de imposto em todos os produtos que compra”. Com isso foram distribuídos folhetos explicativos que mostram o percentual de imposto embutido em todos os produtos, inclusive roupas, alimentos e material de limpeza.

APROVAÇÃO

No ano passado, em três dias de evento, foram atendidas 2440 pessoas. Este ano, no primeiro dia do mutirão, a equipe de consultores atendeu cerca de 500 pessoas. “Adorei a iniciativa. Foi muito rápido e prático, só precisei apresentar o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF)”, disse Ana Paula Ferreira da Silva, 27 anos, acompanhada de sua filhinha de quatro meses. Já a aposentada Celina de Souza, 65 anos, soube do mutirão através da rádio CBN. “Todo ano, eu faço a declaração de isento no Correio, onde pago R$ 2,50. Mas aqui não precisei pagar nada. Gostei bastante do atendimento, foram muito atenciosos.”

Salvador Strazzeri, diretor suplente do Sescon-SP, lembra que, pelo segundo ano, o mutirão do isento cumpriu o seu papel social. “Tudo que ajuda a sociedade,

principalmente aqueles com menos recursos para informação, é bem-vindo e o Sescon-SP deve participar”, disse. Este ano, a declaração de isento foi obrigatória para os brasileiros que receberam menos de R$ 13.968 em 2005, que têm CPF e não foram incluídos como dependentes de outros contribuintes na declaração anual do IR deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *